Sexta, 19 Janeiro 2018 14:05

Prefeitura de Aquidauana, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros socorrem famílias com casas alagadas

Escrito por Prefeitura de Aquidauana
Avalie este item
(0 votos)

Foram cerca de cinquenta minutos chovendo torrencialmente na tarde de hoje, 18, tempo suficiente para causar transtornos às famílias da Vila Quarenta e Conjunto São José, em Aquidauana. Minutos que foram preciosos para que a equipe da Prefeitura com assistente social, Defesa Civil Municipal, militares do Corpo de Bombeiros e servidores da Secretaria Municipal de Obras prestassem socorro aos moradores.

Os registros fotográficos são do atendimento às famílias na Vila Quarenta, nesta tarde, em que cinco residências foram invadidas pela enxurrada. Segundo o coordenador municipal da Defesa Civil, Mário Raváglia choveu aproximadamente 40 milímetros.

A equipe da Prefeitura junto com a Defesa Civil fez o levantamento das necessidades das famílias que tiveram casas invadidas pela enxurrada, providenciaram a acolhida e há uma família para qual a assistência social já está viabilizando o aluguel social, pois a situação é agravante, já que a casa foi invadida duas vezes em menos de um mês e perderam praticamente tudo.

Os militares do Corpo de Bombeiros também tiveram muito trabalho, pois precisaram em caráter de urgência com o auxílio de uma moto bomba e de viatura apropriada para o atendimento, drenar a água dos quintais, pois o nível alcançou cerca de um (01) metro.

Logo que comunicado da situação na Vila Quarenta, o prefeito Odilon Ribeiro solicitou que a engenharia da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano comparecesse ao local para vistoriar in loco a situação de alagamento das casas, para que possam dimensionar a gravidade e complexidade do problema e a prefeitura verificar o que pode ser realizado a curto e médio prazo. “Não está sendo nada fácil passar por esse período chuvoso na nossa cidade. A preocupação e o estado de alerta tem sido constante. Imediatamente quando começa a chuva, já damos um jeito de comunicar as equipes das secretarias de Obras e Assistência Social para ficarem em alerta com a Defesa Civil, pois precisamos socorrer rápido quem precisa de ajuda”, revelou o prefeito Odilon Ribeiro.

Especificamente, no caso da Vila Quarenta, segundo explicou o secretário municipal de Planejamento Urbano, Ronaldo Ângelo “há um problema de drenagem de águas pluviais na região que necessita de intervenção, com limpeza das galerias e “bocas de lobos” existentes, e execução de outras com diâmetro maior capazes de escoarem as águas sem afogamento, evitando assim, alagamentos das casas”.

O que agrava a situação das bocas de lobos e galerias de Aquidauana, é que há pessoas que jogam o lixo inapropriadamente nas imediações desses locais que auxiliam na drenagem da água quando chove. Ainda sobre a Vila Quarenta, há o problema também das residências estarem abaixo do nível das vias urbanas, fator que contribui para o alagamento.

“Após verificarem nesta tarde a situação na Vila Quarenta, a equipe de engenharia detectou que uma das providências necessárias para solucionar os alagamentos na vila é a construção de novas galerias para destino correto das águas pluviais”, explicou o prefeito. O secretário Ronaldo destacou que o prefeito Odilon Ribeiro hoje mesmo já autorizou a equipe de Planejamento Urbano para elaborar o projeto e executar, mesmo se necessário, contratar de acordo com o que rege a lei de licitações, uma empresa habilitada e experiente para trabalhar na vila e resolver esse problema das galerias.

Lido 49 vezes