NOTÍCIAS

NOTÍCIAS (41)

Sul-mato-grossenses que não receberam mensagem de sua operadora oferecendo adesão ao alerta de desastres por SMS podem se cadastrar para utilizar o serviço, que está em funcionamento em todo o Estado desde a última segunda-feira (15.01).

Basta enviar uma mensagem de texto para o número 40199 com o CEP de interesse. O mesmo usuário poderá cadastrar mais de um CEP para receber os alertas. Também poderá deixar de receber o serviço quando desejar. A partir do cadastramento, o telefone e o respectivo endereço são automaticamente incluídos na lista de envio dos alertas sempre que houver risco de desastres naturais na região indicada.

Não se trata de previsão do tempo, mas de alertas sempre que houver situação que requeira atenção especial ou medidas preventivas. Os avisos serão elaborados e repassados pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec/MS).

Desde o início do serviço em Mato Grosso do Sul, ainda não foi necessário enviar nenhum aviso especial à população. Quando isso ocorrer, a Defesa Civil alerta que a população não deve entrar em pânico, mas ficar atenta às informações para agir preventivamente.

 

Situação de emergência

No Estado, 16 municípios estão sob decreto municipal de situação de emergência por conta das chuvas intensas dos últimos meses. São eles: Coronel Sapucaia, Deodápolis, Batayporã, Novo Horizonte do Sul, Itaquiraí, Japorã, Eldorado, Miranda, Rio Verde de Mato Grosso, Bataguassu, Porto Murtinho, Sete Quedas, Tacuru, Iguatemi, Mundo Novo e Amambai.

Em oito deles – Coronel Sapucaia, Tacuru, Eldorado, Novo Horizonte do Sul, Itaquiraí, Sete Quedas, Iguatemi e Porto Murtinho, a Defesa Civil Estadual já homologou a situação e o Governo do Estado enviará recursos para auxiliar na reconstrução, a fim de impedir que as estradas e acessos danificados prejudiquem o escoamento da produção e o retorno às aulas.

A fila de espera para pacientes com câncer que dependem de tratamento com acelerador linear via Sistema Único de Saúde (SUS) deve ser zerada a partir de fevereiro deste ano com o início da operação de um novo equipamento no Hospital do Câncer Alfredo Abrahão (HCAA). No último levantamento feito pelo Ministério Público Estadual, realizado em julho de 2017, 106 pessoas aguardavam esse tipo de atendimento.

O secretário de Estado de Saúde, Carlos Coimbra, informou também ao Ministério Público Estadual que no Estado haverá mais dois novos aceleradores até 2019. Um deles vai ser instalado no Hospital Universitário (HU) em meados de fevereiro deste ano, enquanto outro vai para o Hospital Regional de Campo Grande, mas só no próximo ano.

O equipamento que vai suprimir a atual demanda e está mais próximo de entrar em operação é o do Hospital do Câncer Alfredo Abrahão (HCAA). A instalação dele atrasou por conta de problemas técnicos, o que complicou ainda mais o tratamento de dezenas de pessoas.

"O novo acelerador linear do Hospital do Câncer começará suas atividades e passará a atender em três turnos, de forma a reduzir, ou mesmo zerar, a fila por tratamento radioterápico em Campo Grande", detalhou o Ministério Público Estadual (MPE) em nota. O órgão fiscalizador instaurou inquérito civil ano passado para averiguar a precariedade no atendimento, depois que paciente fez reclamação formal na ouvidoria.

No Hospital do Câncer há um acelerador linear, mas com mais de 20 anos de uso e sua capacidade de atendimento não suporta a atual demanda. Houve a doação de um novo sistema, que estava em Goiânia desde 2016, mas que não tinha sido instalado até meados do ano passado porque faltava obras para adaptação da unidade hospitalar na Capital para receber o equipamento mais moderno. Essas intervenções que vão permitir o funcionamento desse acelerador novo só começaram no segundo semestre de 2017 e vão ser finalizadas neste mês.

"Cento e seis pacientes aguardavam o início do tratamento radioterápico em Campo Grande e, para amenizar a situação, os pacientes do HCAA foram transferidos provisoriamente para a Clínica Radius, para conclusão das obras do 'bunker' do hospital, a fim de viabilizar a instalação do novo acelerador linear", informou nota do MPE.

Esta semana poderá começar com pancadas de chuva e trovoadas em Aquidauana, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Segundo o boletim meteorológico atualizado na manhã desta segunda-feira (22), o céu permanecerá parcialmente nublado durante todo o dia e, no período vespertino, o clima poderá "virar", trazendo mais chuva para a região pantaneira.

A temperatura mínima prevista para o dia de hoje é de 24ºC, enquanto a máxima não deverá ultrapassar os 37ºC.

A nomeação do irmão do prefeito de Corumbá no cargo de secretário de Governo teve vida curta: oito dias. Na data de 11 de janeiro, o prefeito Marcelo Iunes (PTB), que está há dois meses e meio no cargo, publicou a nomeação do irmão Eduardo Aguilar Iunes, que é servidor concursado, no Diário Oficial de Corumbá. No dia 19, foi divulgada uma nova portaria, tornando a nomeação sem efeito.

 

Em entrevista ao Diário Corumbaense, o prefeito afirmou que não se trata de nepotismo e que o irmão é seu assessor direto, portanto, agora, prefere que ele não fique “preso” à uma secretaria.

 

“Eduardo é servidor de carreira, é de minha confiança e além disso, o próprio Supremo Tribunal Federal já decidiu que nomeação de familiares para cargos de confiança não pode ser considerada nepotismo”, afirma.

 

Eduardo é contador e funcionário de carreira do município desde 25 de julho de 2012. Como analista de controle interno, o irmão do prefeito recebia R$ 7.853, já a remuneração para o cargo de secretário não foi informada pela prefeitura. Com a decisão, Cássio Augusto da Costa Marques volta a responder pela Secretaria Municipal de Governo.

O programa de assistência à saúde "Cassems Itinerante" passará, neste sábado (20), pelo município de Aquidauana, visando amenizar as dificuldades encontradas pela população do interior do Estado no acesso à medicina especializada nos locais onde não há disponibilidade desses serviços na Rede Própria ou na Credenciada.

No município, a população será atendida pelo clínico geral Odilon Coral.

Neste final de semana, também, haverá atendimento itinerante no município de Naviraí, com o atendimento da endocrinologista Lara Rubio e da psiquiatra Carolina Korndorfer.

*Com informações da Assessoria de Comunicação da Cassems

Foram cerca de cinquenta minutos chovendo torrencialmente na tarde de hoje, 18, tempo suficiente para causar transtornos às famílias da Vila Quarenta e Conjunto São José, em Aquidauana. Minutos que foram preciosos para que a equipe da Prefeitura com assistente social, Defesa Civil Municipal, militares do Corpo de Bombeiros e servidores da Secretaria Municipal de Obras prestassem socorro aos moradores.

Os registros fotográficos são do atendimento às famílias na Vila Quarenta, nesta tarde, em que cinco residências foram invadidas pela enxurrada. Segundo o coordenador municipal da Defesa Civil, Mário Raváglia choveu aproximadamente 40 milímetros.

A equipe da Prefeitura junto com a Defesa Civil fez o levantamento das necessidades das famílias que tiveram casas invadidas pela enxurrada, providenciaram a acolhida e há uma família para qual a assistência social já está viabilizando o aluguel social, pois a situação é agravante, já que a casa foi invadida duas vezes em menos de um mês e perderam praticamente tudo.

Os militares do Corpo de Bombeiros também tiveram muito trabalho, pois precisaram em caráter de urgência com o auxílio de uma moto bomba e de viatura apropriada para o atendimento, drenar a água dos quintais, pois o nível alcançou cerca de um (01) metro.

Logo que comunicado da situação na Vila Quarenta, o prefeito Odilon Ribeiro solicitou que a engenharia da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano comparecesse ao local para vistoriar in loco a situação de alagamento das casas, para que possam dimensionar a gravidade e complexidade do problema e a prefeitura verificar o que pode ser realizado a curto e médio prazo. “Não está sendo nada fácil passar por esse período chuvoso na nossa cidade. A preocupação e o estado de alerta tem sido constante. Imediatamente quando começa a chuva, já damos um jeito de comunicar as equipes das secretarias de Obras e Assistência Social para ficarem em alerta com a Defesa Civil, pois precisamos socorrer rápido quem precisa de ajuda”, revelou o prefeito Odilon Ribeiro.

Especificamente, no caso da Vila Quarenta, segundo explicou o secretário municipal de Planejamento Urbano, Ronaldo Ângelo “há um problema de drenagem de águas pluviais na região que necessita de intervenção, com limpeza das galerias e “bocas de lobos” existentes, e execução de outras com diâmetro maior capazes de escoarem as águas sem afogamento, evitando assim, alagamentos das casas”.

O que agrava a situação das bocas de lobos e galerias de Aquidauana, é que há pessoas que jogam o lixo inapropriadamente nas imediações desses locais que auxiliam na drenagem da água quando chove. Ainda sobre a Vila Quarenta, há o problema também das residências estarem abaixo do nível das vias urbanas, fator que contribui para o alagamento.

“Após verificarem nesta tarde a situação na Vila Quarenta, a equipe de engenharia detectou que uma das providências necessárias para solucionar os alagamentos na vila é a construção de novas galerias para destino correto das águas pluviais”, explicou o prefeito. O secretário Ronaldo destacou que o prefeito Odilon Ribeiro hoje mesmo já autorizou a equipe de Planejamento Urbano para elaborar o projeto e executar, mesmo se necessário, contratar de acordo com o que rege a lei de licitações, uma empresa habilitada e experiente para trabalhar na vila e resolver esse problema das galerias.

Na tarde de hoje, 18, o prefeito de Aquidauana, Odilon Ribeiro entregou para a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos dois caminhões caçamba novos, que foram recém adquiridos pela prefeitura.

Os veículos custaram para a prefeitura aproximadamente R$ 390.000,00 (trezentos e noventa mil reais) e foram adquiridos com recursos próprios do município, ou seja, dinheiro que a atual Administração Municipal aplicou da arrecadação de tributos, revertendo em melhoria para prestação de serviços públicos à comunidade.

O prefeito informou que os caminhões irão reforçar a frota da secretaria, sobretudo na prestação de serviço de coleta de lixo, manutenção e limpeza em Aquidauana. “Desde que assumi a prefeitura, buscamos fazer um levantamento minucioso da frota de todas as secretarias e as demandas mais urgentes. Nesse sentido, com a equipe da Administração e Finanças pudemos organizar e planejar financeiramente para comprarmos esses caminhões que são de extrema importância e urgência para que a Obras possa executar serviços essenciais, como a manutenção da limpeza da nossa cidade”, explicou o prefeito.

Estiveram presentes acompanhando a entrega dos caminhões na secretaria, os secretários municipais Euclides Nogueira Júnior (Administração), Gustavo Lucarelli (Finanças), o vereador líder do prefeito na Câmara, Anderson Meireles.

“O prefeito Odilon Ribeiro desde o início da gestão tem buscado organizar a máquina administrativa e conter despesas, visando manter em dia os pagamentos das contas e a folha dos servidores. Com as medidas administrativas e financeiras tomadas até o momento, podemos ver os resultados positivos, como esse investimento, a compra dos dois caminhões para a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos”, pontuou o secretário Euclides.

A Avenida Pantaneta vai sediar nos dias 11, 12 e 13 de fevereiro o Pantal Folia, o carnaval de rua de Aquidauana, com shows musicais, concurso de blocos carnavalescos, matinê, desfiles de fantasias e escolas de samba e muita diversão para todas as idades.

O Pantal Folia é uma realização da Prefeitura de Aquidauana, sob organização da Fundação Municipal de Cultura e Turismo e recebe o apoio do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, via Secretaria de Estado de Cultura e Cidadania.

A programação oficial do Pantal Folia já foi definida pela comissão da Fundação de Cultura e Turismo de Aquidauana e contemplará os três dias de carnaval com atrações que prometem animar os foliões.

Para a prefeitura sem o apoio do Governo do Estado seria muito difícil de realizar o carnaval de rua, pois conforme explicou o prefeito Odilon Ribeiro, os recursos municipais estão sendo empregados diretamente nas contrapartidas para a viabilização das obras na cidade. No entanto, lembrou o prefeito, nas ruas a comunidade desde o mês de dezembro vinha pedindo por uma programação carnavalesca na cidade para todas as idades.

“A prefeitura sozinha não iria conseguir realizar o carnaval. Mas com a parceria do Governo do Estado, o Pantal Folia, o carnaval de rua de Aquidauana irá acontecer. Cada detalhe da programação, organização e segurança está sendo tratado com muita responsabilidade pelas nossas equipes envolvidas neste evento. O que podemos adiantar é que os foliões irão adorar pular o carnaval na Avenida Pantaneta, pois será animação e diversão garantida. Aguardem!”, destacou o prefeito Odilon Ribeiro.

O diretor-presidente da Fundact, Humberto Torres, que está coordenando o Pantal Folia, pontuou que por ser um evento de grande porte, a fundação precisará do envolvimento e parceria de várias secretarias e departamentos. “Na próxima sexta-feira, 19, vamos realizar uma reunião de trabalho para definirmos detalhes importantes na organização do evento.  Estamos todos na expectativa de fazer do Pantal Folia 2018, o carnaval de rua que vai atrair um grande público e ser sucesso na região”, revelou Humberto.

Confira a programação do Carnaval PANTALFOLIA – 2018:

 

Domingo dia 11/02/2018: 21h – Apresentação da bateria das escolas de samba;  23h – Show musical com o grupo SPCia;

Segunda-feira dia 12/02/2018: 21h – Desfile das escolas de samba;  23h – Show musical coma banda Axé Mix;

Terça-feira dia 13/02/2018: 18h – Matinê com animação dos Doutores  da Alegria; 21h – Concurso de Blocos de Carnaval; 23h – Show musical com a banda Linha de Frente.

O governo de Mato Grosso do Sul decretou situação de emergência em sete cidades do Estado na edição do Diário Oficial desta segunda-feira (15). As cidades já haviam publicado decretos municipais e aguardavam a validação do Executivo.

São os municípios de Iguatemi, Tacuru, Sete Quedas, Coronel Sapucaia, Novo Horizonte do Sul, Itaquiraí e Eldorado. "Afetadas por desastre, classificado e codificado como 'chuvas intensas', afirma o documento, que tem validade de seis meses.

Conforme o governo, as precipitações que ocorreram do fim de 2017 até agora causaram "diversos danos públicos e privados", em sua grande parte na área rural das cidades. Tais prejuízos ultrapassaram a capacidade de resposta dos municípios, afirma.

Na prática, o decreto autoriza às prefeituras a firmar contratos de obras e comprar bens necessários sem que precisem fazer licitações - o que é, em situações normais, regra. Também ficam os municípios autorizados a mobilizarem todos os órgãos estaduais para atuarem, sob a coordenação da Defesa Civil Estadual, ações imediatas de resposta aos desastres.

Situação - Segundo informações anteriores da Defesa Civil, neste ano já foram reportadas 27 ocorrências de desastres naturais em todo o Estado por causa das chuvas intensas, Os registros são de alagamentos, que desabrigam ou desalojam famílias, e vendavais, que destroem casas e comércios, por exemplo.

Até o momento foram constatados somente danos materiais, principalmente nas estradas vicinais, pontes de madeira e acessos. Não há registro de nenhuma pessoa ferida ou desaparecida e também não há mais nenhuma família desalojada em Porto Murtinho, onde um bairro inteiro ficou inundado.

Deodápolis, Batayporã, Japorã, Miranda, Rio Verde de Mato Grosso, Bataguassu, Porto Murtinho, Iguatemi, Mundo Novo e Amambai também declaram emergência, mas a situação, nestes casos, ainda não foi validada pelo governo.

Anitta escolheu um look bem sexy para o seu show deste domingo (14). A cantora usou uma lingerie e um shortinho curto, com o botão aberto, para realizar o ensaio do seu Bloco das Poderosas, no Rio de Janeiro. No Carnaval, a diva arrasta uma verdadeira multidão na Cidade Maravilhosa e em Salvador, na Bahia, em cima do seu trio elétrico.

Em 2017, QUEM acompanhou de perto toda a preparação de Anitta para enfrentar mais de 7 horas cantando e dançando nos dias de folia. Além de uma alimentação mais balanceada neste período do ano, a artista começa a se dedicar quando acorda, fazendo exercícios com sua fonoaudióloga e poupando a voz para a noite.

Página 2 de 3